O exército da Somália capturou um dos mais altos responsáveis do grupo jihadista Al Shabab, procurado há mais de dois anos.

Zabariye Ismail Hirsi foi apanhado perto da fronteira com a Quénia, confirmaram fontes da segurança citadas pela Lusa.

Em junho de 2012, os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de perto de 2,5 milhões de euros a quem revelasse informações sobre este responsável da Al-Qaeda, que foi agora capturado na região de Geddo, na zona fronteiriça entre o Quénia e a Etiópia.

Hirsi, que se encontrava na lista dos terroristas mais procurados pelos Estados Unidos, ter-se-ia entregado voluntariamente às forças somalis, segundo fontes governamentais citadas por meios locais.