O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Ryabkov, afirmou hoje em Damasco que a Rússia não vai ficar «de braços cruzados» face à ofensiva de grupos "jihadistas" no Iraque.

«A Rússia não vai ficar de braços cruzados face às tentativas de grupos de propagar o terrorismo nos países da região», disse Ryabkov numa conferência de imprensa depois de um encontro com o presidente sírio, Bashar al-Assad.

O vice-ministro, cujo Governo é o principal apoio internacional do regime sírio, respondia a uma pergunta sobre a ofensiva liderada pelo grupo ultra-radical Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) em cinco províncias do norte e oeste do Iraque.