O grupo jihadista Estado Islâmico executou esta noite seis sírios em Al Raga, no norte da Síria, depois de os acusar de pertencerem a fações rebeldes inimigas, revelou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A organização não-governamental explica que as seis vítimas foram assassinadas na rua Al Ramilla, de Al Raga, bastião principal do Estado Islâmico no território sírio.

Desde o início de janeiro que os radicais do Estado Islâmico combatem com outros grupos rebeldes da Síria que os pretendem expulsar do país.

Também em Al Raga, os jihadistas detiveram um dos seus elementos, um estrangeiro de 17 anos não identificado, que estava a ligar ao seu pai.

O Estado Islâmico proclamou em final de julho um califado na Síria e no Iraque, onde tomou parte do centro e do norte dos dois países.