A presidente da Frente Nacional (FN), Marine Le Pen, proibiu o pai de falar em nome do partido de extrema-direita francesa que ele fundou, porque "os seus comentários são contrários” à linha oficial do partido.

"Jean-Marie Le Pen não deve mais poder falar em nome da Frente Nacional, as suas declarações são contrárias à linha fixada", afirmou a sua filha numa entrevista à Europe 1, ITELE e Le Monde, realçando que as “suas observações não comprometem o movimento".

O fundador e presidente honorário da FN está convocado perante o gabinete executivo do movimento para na segunda-feira responder pelas suas recentes declarações em contradição com a linha oficial fixada pela filha.