Os níveis de radiação atingiram um novo pico na central nuclear de Fukushima ,no Japão.

Os valores atingidos são capazes de matar um ser humano em apenas quatro horas.

Em apenas numa semana a radiação aumentou 18 vezes num tanque de retenção de água altamente contaminada.

A informação foi revelada pela Tepco, a operadora da central nuclear.

A empresa disse ainda ter sido descoberta água altamente radiotiva a pingar de um tubo que liga outros dois tanques.

O tubo que deixava cair uma gota a cada 90 segundos foi entretanto reparado.

A central de Fukushima foi destruída por um tsunami em março de 2011, naquele que foi o pior desastre nuclear desde Chernobyl.