Um homem foi detido hoje em relação com o caso do drone encontrado com material radioativo, esta semana, no telhado da residência do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, informou a polícia.

O suspeito, identificado como Yasuo Yamamoto, de 40 anos, foi detido depois de, na noite de sexta-feira, se ter apresentado voluntariamente junto de uma esquadra admitindo que fizera o pequeno avião voar até à residência de Abe como protesto pela reativação de centrais nucleares no Japão.

O suspeito disse à polícia que colocou no aparelho uma garrafa de plástico com areia de Fukushima, cuja central nuclear foi gravemente danificada pelo sismo seguido de tsunami de 11 de março de 2011.