O sistema de descontaminação da água radioativa utilizada no arrefecimento dos reatores da central nuclear de Fukushima foi hoje parado devido a uma fuga química, revelou o operador da central.

De acordo com uma nota da Tokio Electric Power (TEPCO), operadora da central nuclear, fortemente danificada no sismo e tsunami que atingiu a costa nordeste do Japão a 11 de março de 2011, o ácido clorídrico utilizado para neutralizar a água alcalina, estaria a verter num conjunto de tubos.

Os técnicos na central envolveram os tubos com um saco de vinil para conter o derrame e estão agora a investigar o problema que provocou a fuga.