A polícia japonesa deteve um homem de 49 anos acusado de envenenar com pesticida produtos da fábrica de comida congelada onde trabalhava, o que causou 2.800 casos de intoxicação alimentar no Japão.

As autoridades acreditam que, no início de outubro passado, o homem, identificado como Toshiki Abe, envenenou em quatro ocasiões comida na fábrica que a empresa Aqlifoods tem em Oizumi, na província de Gunma, segundo o diário Mainichi.

Abe, que trabalhava na fábrica desde 2005, estava desaparecido desde 14 de janeiro e foi detido na província vizinha de Saitama, quando estava no interior de um carro estacionado num parque.