Sete homens foram detidos esta sexta-feira no Japão, suspeitos de terem morto um homem e ocultado o cadáver, dissolvendo-o em produtos químicos.

O homem, dono de uma casa de alterne, estava desaparecido há três anos. Desapareceu misteriosamente do clube noturno de Tóquio de que era coproprietário. Entretanto, a polícia descobriu um implante dentário num esgoto da cidade e as peças do puzzle levaram a polícia até ao seu sócio e a um ex-funcionário. Ambos estão detidos bem como as esposas e outros três suspeitos de colaborarem, noticia a AFP.

O Japão está chocado com a violência do crime, a lembrar um filme de terror, em que o corpo foi dissolvido em produtos químicos.