Uma mulher morreu e outros 11 civis ficaram feridos quando foguetes talibãs atingiram, nesta quarta-feira, o aeroporto de Cabul, no Afeganistão, informaram funcionários do Governo afegão.

Os rebeldes talibãs reivindicaram o ataque e assumiram que tinham como alvo o avião do secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis.

O secretário de Defesa norte-americano não estava no aeroporto no momento do ataque, pois já se encontrava na reunião com o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani.

Dois dos foguetes atingiram duas casas de civis próximas do aeroporto. Foram disparados cerca de seis projéteis contra o aeroporto e ao redor da zona.

Quatro dos atacantes foram mortos num tiroteio.

James Mattis e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, chegaram hoje ao Afeganistão.

Os Estados Unidos têm 11 mil militares no Afeganistão.