Afinal o tiroteio de domingo durante um torneio de videojogos em Jacksonville, no estado norte-americano da Florida, provocou a morte a três pessoas, incluindo o atirador, um homem de 24 anos que tinha ido jogar.

O xerife de Jacksonville, Mike Williams, disse numa conferência de imprensa que o atirador matou duas pessoas e feriu outras 11, antes de se suicidar.

O homem foi identificado como David Katz. Era de Baltimore, no estado de Maryland e estava na Florida para o torneio, uma prova eliminatório do Madden NFL (futebol americano).

A competição estava a desenrolar-se num bar na zona de Jacksonville Landing, uma zona comercial onde se encontram vários restaurantes e bares, nas margens do trio St Johns.

O jogo estava a ser seguido em direto através da Internet, podendo escutar-se os tiros num pequenos excerto desta transmissão.

Inicialmente, no Twitter, a polícia colocava a hipótese de haver mais do que um suspeito. Mas, em conferência de imprensa, pelas 16:30 locais (21:30 em Lisboa), o xerife de Jacksonville garantia haver um único suspeito, que "morreu no local". Trata-se de um homem caucasiano.

Não há outros suspeitos no momento. Não há outros suspeitos", disse Mike Williams aos jornalistas. 

O tiroteio ocorreu no GLHF Game Bar, num salão de jogos dentro de um centro comercial a céu aberto, o Jacksonville Landing, nas margens do rio Saint John, durante as qualificações para o Madden 19 Tournament, do Madden NFL Championship Series, de acordo com um tweet da CompLexity Gaming, uma das equipas presentes no torneio. Um dos jogadores da equipa terá ficado ferido numa mão, já foi retirado do local e está livre de perigo. 

O bar já colocou um post nas redes sociais a garantir que os seus funcionários estão todos a salvo:

Nas redes sociais, muitas pessoas testemunharam terem ouvido vários disparos, incluindo jogadores do Madden NFL Championship Series. Há mesmo um vídeo de uma plataforma de streaming que mostra a desconexão do jogo e onde é possível ouvir em fundo o som dos tiros. 

Várias ambulâncias, bombeiros e polícia estão no local e criaram um perímetro de segurança.