A autora dos livros de “Harry Potter” costuma responder no Twitter a diversos fãs da saga do jovem feiticeiro, mas desta vez J.K. Rowling foi mais além e resolveu enviar uma encomenda a uma estudante na Índia.

No dia 26 de abril, Sabbah Haji Baji, diretora da Escola Pública de Haji, no Estado de Jamu e Caxemira, no Norte da Índia, enviou uma mensagem à escritora através da rede social.

Querida J. K. Rowling. Kulsum, de 12 anos, uma estudante de Inglês da primeira geração nos Himalaias gostaria de conhecê-la um dia. Então, venha visitar-nos à Escola Pública de Haji", escreveu.

 

A resposta de J.K. Rowling surgiu logo uma hora depois: "Por favor, poderia enviar-me o nome completo de Kulsum por mensagem direta? Adorava enviar-lhe alguma coisa".

 

Você é maravilhosa", respondeu a professora.

 

Quase dois meses depois, a jovem Kulsum recebeu uma encomenda pelo correio. No dia 23 de junho, a diretora da escola contou no Twitter o desenvolvimento da história:

Olá mundo. J. K. Rowling enviou uma grande caixa com prendas para Kulsum e os amigos. Carta escrita a mão, livro autografado, e isso é quase muita coisa para lidarmos. Estamos tão animados e emocionados que nem posso... Muito obrigada, senhora Rowling."

 

 

Cinco horas depois, a escritora mostrou-se satisfeita por a encomenda ter chegado ao destino.

Estou tão feliz que tenha chegado aí! Estava a ficar preocupada!", escreveu.

 

Esta não é a primeira vez que J.K.Rowling, que tem perto de 15 mil seguidores no Twitter, mostra estar atenta e dá provas de generosidade.

Em 2016, a escritora enviou livros de “Harry Potter” a uma menina de Alepo que usava as redes sociais para denunciar horrores da guerra na Síria. Bana Alabed, de sete anos, vivia numa das regiões mais perigosas do país e não encontrava cópias dos livros para ler.