Uma mulher, que o seu marido abandonou na autoestrada entre Gênes e Val d’Aoste, no norte de Itália, após uma discussão, foi atropelada mortalmente quando caminhava pela estrada. A informação é divulgada pelo diário italiano La Stampa.

No sábado à noite, Claudia Tolu, de 37 anos, e o seu marido, de 47 anos, estavam a voltar para casa em Val d’Aoste, na autoestrada A26, quando se envolveram numa acalorada discussão.

Enraivecido, o homem abandonou a mulher à beira da autoestrada, com a sua bagagem e fez-se ao caminho.

A mulher, por seu turno, após ter sido deixada sozinha, já de noite, começou a andar pela faixa de emergência durante cerca de 20 quilómetros. Foi atropelada e acabou por morrer.