As cerimónias fúnebres do antigo primeiro-ministro Ariel Sharon começaram esta segunda-feira em Jerusalém na presença de dignitários israelitas e estrangeiros.

As cerimónias, que decorrem na zona exterior do Knesset, o parlamento, começaram com a entoação de uma oração tradicional judaica, realizando-se o funeral ao final do dia na quinta privada da família de Sharon.

Ariel Sharon morreu no sábado num hospital de Telavive, aos 85 anos, após 8 anos de coma.