O movimento radical palestiniano Hamas advertiu esta segunda-feira Israel que «qualquer escalada (da violência) ou guerra abriria as portas do inferno».

O Hamas respondia aos responsáveis israelitas, que acusaram o movimento da morte de três jovens judeus.

«Se os ocupantes lançarem uma escalada ou uma guerra, vão abrir as portas do inferno», declarou um porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri.