O Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) apelou a Israel e aos palestinianos para que se sentem à mesa de negociações no sentido de encontrarem um acordo com vista a uma paz duradoura.

Numa declaração adotada por unanimidade pelos 15 membros, o Conselho manifestou o «apoio total à iniciativa egípcia» e apelou às partes para «retomarem as negociações no sentido de encontrarem, rapidamente, um cessar-fogo duradouro e perene», escreve a Lusa.

Para já, o Conselho de Segurança quer prevenir que a situação volte a piorar e pede «um cessar-fogo humanitário imediato», segundo a agência Reuters, que cita o embaixador britânico das Nações Unidas, Mark Lyall Grant.

As hostilidades foram retomadas na terça-feira, depois de um período de 10 dias, a maior pausa desde o inicio da ofensiva israelita em Gaza, no início de junho.