A polícia de Jerusalém anunciou esta quinta-feira que vai aplicar uma política de «tolerância zero» face à nova vaga de violência, um dia depois de um ataque considerado «terrorista» ter vitimado um bebé com poucos meses.

Confrontos eclodiram em diversas áreas do leste de Jerusalém e prolongaram-se noite dentro depois de um jovem palestiniano ter irrompido com um carro contra um grupo de pessoas numa paragem de elétrico na quarta-feira.

Seis pessoas ficaram feridas no incidente.