O adolescente palestiniano que foi assassinado, alegadamente em represália pelos homicídios de três jovens israelitas, foi queimado vivo depois de ser sequestrado, segundo os primeiros relatórios da autópsia divulgados hoje pelos meios de comunicação social da Palestina.

Três jovens israelitas foram raptados no sul da Cisjordânia

Mohammad Abou Khdeir, de 16 anos, foi sequestrado na terça-feira, no bairro de Chouafat, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel.

O cadáver, inteiramente queimado, segundo o advogado da família, foi encontrado na quarta-feira, perto de uma floresta na parte oeste da cidade.