Notícia atualizada às 9:35 de quinta-feira

Enquanto decorrem as negociações no Cairo para uma trégua duradoura, Israel e a Palestina acordaram um novo cessar-fogo para os próximos três dias, avança a Reuters.

«As fações concordaram em estender a trégua de 72 horas», disse fonte oficial citada pela agência internacional de notícias. Este acordo acontece minutos antes de terminar o cessar-fogo iniciado na segunda-feira.

O novo cessar-fogo anunciado pelo Egito deverá acabar na noite de segunda-feira.

Rockets lançados durante cessar-fogo

Apesar da trégua parcial, esta quarta-feira as sirenes que anunciavam mais lançamentos de rockets fizeram-se soar pelas ruas de Gaza. Os locais chegaram a temer o rompimento do cessar-fogo pelo exército israelita mas os militares informaram que não passavam de testes aos armamentos.

No entanto, fonte das autoridades israelitas garante que foram disparados oito rockets pelo Hamas durante o período de cessar-fogo, justificando uma resposta da força aérea israelita.

O porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri, negou «qualquer disparo de rockets» esta quarta-feira e acusou então Israel de quebrar o cessar-fogo com novos bombardeamentos aéreos.

Em qualquer dos casos, não foram registadas vítimas.

Os palestinianos têm esperança de ver assinado um cessar-fogo definitivo entre as duas fações nas próximas semanas, com o apoio árabe e dos parceiros internacionais.

Mais crianças vítimas do conflito junto à fronteira

Uma criança morreu e duas outras ficaram feridas quando um rocket atingiu a casa onde vivia na cidade de el-Mattallah, sul de Rafah, perto da fronteira com Gaza. A notícia é avança por fontes da segurança e de saúde à Reuters esta quarta-feira.

Sara Salama, de 13 anos, morreu enquanto o irmão Khaled, de oito anos, e a irmã Rahaf, de dois anos, ficaram feridos com gravidade e tiveram de ser transportados para o hospital.