Pelo menos dez palestinianos foram mortos ao início da madrugada desta segunda-feira na Faixa de Gaza em ataques israelitas, revelaram fontes médicas que elevam a 1.822 o número de vítimas palestinianas desde o início da ofensiva de Israel.

Ashraf al-Qudra, porta-voz dos serviços de emergência de Gaza explicou que cinco pessoas foram mortas em Jabalia, no norte, três nos arredores da cidade de Gaza, um em Nuseirat e uma criança em Rafah, no sul.

Do lado israelita, já morreram 64 militares e três civis.

Ao final deste domingo, Israel anunciou de forma unilateral um cessar-fogo em maior parte da Faixa de Gaza.

A medida visa permitir a entrada de ajuda humanitária no território e facilitar o regresso a casa de milhares de deslocados, dizem os militares.

O cessar-fogo tem início previsto às 10:00 locais (8:00 em Portugal continental) e vai prolongar-se durante sete horas, mas não se aplica à zona de Rafah, no sul de Gaza, onde ainda decorrem operações militares.

O exército salientou que apesar do cessar-fogo responderá a qualquer ataque de que for alvo.