Um vídeo da francesa Isabelle Prime, que foi sequestrada a 24 de fevereiro em Sanaa, capital do Iémen, foi colocado no YouTube, de acordo com o jornal regional Ouest-France, que optou por não divulgar o vídeo.

Nas imagens, com a duração de 21 segundos, a mulher, de 30 anos, vestida de preto e sentada no chão do que parece ser o deserto, dirige-se aos presidentes francês, François Hollande, e iemenita, Abd Rabbo Mansour Hadi, para lhes pedir que ajam em prol da sua libertação.

“Por favor, levem-me para França rapidamente”, terá afirmado, em inglês.

O vídeo, que foi divulgado no fim de semana mas já não se encontra online, foi autenticado pelo Ministério francês dos Negócios Estrangeiros, segundo o mesmo jornal, que é citado pela imprensa francesa.Raptada a 24 de fevereiro em Sanaa, prosseguem desde então as negociações com os raptores para a sua libertação. A mulher trabalhava como consultora de um grupo internacional especializado em proteção social, com sede no Equador.

A francesa e a sua intérprete iemenita, Chérine Makkaoui, foram raptadas por homens disfarçados de polícias quando seguiam de carro. Chérine Makkaoui foi libertada a 10 de março em Aden, no sul do país.