As duas irmãs gémeas que nasceram de mãos dadas há cerca de dois anos, no Ohio, Estados Unidos, continuam inseparáveis. O momento do nascimento de Jenna e Jillian Thistlethwaite foi registado porque as meninas deram as mãos logo que nasceram.

De acordo com a mãe, as crianças têm uma ligação inexplicável e não gostam de ser separadas:

Os três [filhos] são muito próximos, mas as meninas têm uma ligação que é inexplicável”, referiu a mãe citada pela People acrescentando que “quando são separadas começam a chorar”.

As meninas sobreviveram a uma gravidez complicada, já que partilhavam a mesma placenta e o mesmo saco amniótico, uma condição raríssima, que acontece uma vez em cada 10 mil gestações e que muitas vezes termina com a morte dos fetos. 

A mãe das meninas teve que passar 57 dias em repouso antes da intervenção cesariana e, apesar do nascimento prematuro aos sete meses, as crianças não tiveram problemas de saúde associados e estão saudáveis.