Na Irlanda do Norte, a marcha anual orangista em Belfast terminou em violência. Dezenas de pessoas ficaram feridas, entre elas 32 polícias e um deputado unionista e há ainda o registo de,pelo menos, 22 detenções.

Os problemas começaram na sexta-feira e prolongaram-se por este sábado, depois da polícia ter barrado uma estrada para impedir a passagem da marcha protestante por um bairro católico no norte da cidade.

Os unionistas atacaram as autoridades com pedras, cocktails molotov e outros objetos. A polícia respondeu com canhões de água e bastões.

Os orangistas comemoram no dia 12 de julho a vitória de Guilherme de Orange sobre o rei católico Jaime II, em 1690. Este é um dia feriado na Irlanda do Norte, mas normalmente fica marcado pela violência.