Iris Grace não sabe explicar, por palavras, o que sente, mas descobriu como comunicar através da ponta do pincel. A maneira como Iris vê o mundo e que o mundo gosta. Tanto, que a menina de seis anos já é considerada um prodígio e até Angelina Jolie e Brad Pitt se renderam ao seu talento. Com quadros espalhados por vários países, tem um site, página nas redes sociais e, agora, um livro.

Falta dizer que esta menina britânica é autista. Aquilo que começou como sendo um verdadeiro balde de água fria para os pais, quando, aos dois anos, lhe foi diagnosticada a deficiência, abriu as portas para um novo universo, cheio de cores, as cores de Iris.

 

Iris Grace

'Iris Grace' has now been Published ! hyperurl.co/IrisGraceTo celebrate the publication of my first book I wanted to make a film that would capture the enchanting world of Iris and Thula, so one summers day after I had set up all of Iris's painting kit outside I sat down in the shade and waited. It wasn't long before Iris and Thula went to the table and Iris started to paint. I listened to the hum of the bees and watched Thula as she played in the garden. Iris smiled at me as I saw the paint on the paper dance in the dappled light. Home video filmed and edited by Arabella Carter-Johnson with some help from Iris and Thula.

Publicado por Iris Grace Painting em Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016

A mãe, fotógrafa profissional, procurou descobrir os interesses da filha. E a menina revelou cumplicidade com as telas e com os pincéis.

Arabella Carter-Johnson reconheceu à revista Parents que considera que “o talento de Iris é grande para a sua idade. Estamos muito orgulhosos, mas não é [pela Iris] ser considerada um prodígio. Os quadros revelam a maneira como ela se sente e foram a chave que me permitiu comunicar com ela. Para mim até podia ter sido comboios, insetos, Lego, ballet”.

O objetivo da mãe, ao lançar recentemente o livro sobre a filha, é precisamente pintar o autismo de maneira diferente e mostrar que “ser diferente pode ser brilhante”.

O livro pretende mostrar também que há formas de ultrapassar os obstáculos e as barreiras que o autismo cria, advertindo, no entanto, que a receita que serve para Iris Grace não funcionará com todos, mas que é preciso encontrar o caminho de cada um e “que há um futuro” e “brilhante” para quem sofre de autismo.

Para quebrar as dificuldades de comunicação de Iris, o gato Thula tem tido um papel fundamental. Uma espécie de feiticeiro que conseguiu penetrar na redoma em que Iris vivia. A mãe explicou ao Independent que “antes de trazer o Thula para casa, a Iris raramente falava ou sorria”.

 

 

From Chapter 7 http://hyperURL.co/IrisGrace'Thula must have become the cleanest cat for miles around, she bathed with...

Publicado por Iris Grace Painting em  Terça-feira, 1 de Março de 2016

Progressos que Iris Grace vai fazendo. A menina não se adaptou ao pré-escolar e, por isso, estuda em casa com a mãe. Segundo Arabella Carter-Johnson, Iris Grace já lê muito bem, mas continua a falar pouco.

A fotógrafa quer com o livro deixar uma mensagem de esperança a todos os que lidam com o autismo, baseado na experiência pessoal com Iris.

Depois dos pais ficarem desorientados com o diagnóstico de Iris, há cerca de quatro anos, “agora acreditamos que qualquer coisa é possível”, disse Arabella Carter-Johnson.