O governador da cidade iraquiana de Mossul, refugiado no Curdistão iraquiano, defendeu hoje a possibilidade de ataques aéreos por parte dos Estados Unidos e da Turquia contra os jihadistas que têm agora o controlo da região.

As declarações de Atil al-Nujaifi foram feitas no decorrer de uma entrevista ao jornal turco Hürriyet, publicada hoje, e na qual aquele responsável sustenta que o combate aos jihadistas, que detêm já o controlo de várias cidades do país, poderia ser feito através de ataques aéreos norte-americanos e turcos.

«Os ataques aéreos teriam como alvo as bases dos combatentes do EIIL [Estado Islâmico do Iraque e do Levante], não nas vilas, mas nas zonas desabitadas», defendeu o governador, atualmente refugiado na cidade de Erbil, no Curdistão iraquiano.