Uma empresa pertencente ao Banco da Reserva Australiana, a entidade central do país, tentou em 1998 fechar um acordo com o regime iraquiano de Saddam Hussein, apesar das sanções da ONU vigentes contra o país, revelou a imprensa local.

A proposta, apresentada pela companhia encarregue da produção de dinheiro, procurava estabelecer um contrato com o regime para substituir o dinheiro em papel por outras notas fabricadas com plástico, como as que são usadas na Austrália.

A revelação da proposta até agora secreta foi feita no programa «Four Corners» da cadeia ABC em colaboração com o grupo Fairfax.