Milhares de mulheres iranianas juntaram-se numa campanha online, através da rede social Facebook, a defender maiores liberdades sociais, publicando fotografias com a cabeça destapada, ou seja, sem a indumentária islâmica, obrigatória em público.

Mais de 150 mil pessoas apoiam a página no Facebook - «Stealthy Freedoms of Iranian Women» («Liberdades Escondidas de Mulheres Iranianas») ¿, criada há 10 dias, com o objetivo de suscitar o debate sobre se as mulheres devem ter o direito de escolher se querem usar o «hijab» (indumentária preconizada pela doutrina islâmica).

Na rede social, mais de cem mulheres já publicaram imagens suas com a cabeça à mostra, algumas indicando que o seu sonho é sentir o vento nos cabelos e que foram os próprios maridos que tiraram as fotografias.

Pode ver as fotografias AQUI.