Um homem iraniano, identificado apenas como Alireza M., foi condenado a morrer por enforcamento pela segunda vez, após ter sobrevivido à primeira «tentativa», avançou esta quarta-feira o New York Daily News.

Alireza, 37 anos, foi condenado à forca por crimes relacionados com droga e «executado» na passada quarta-feira. O corpo foi levado para a morgue e somente no dia seguinte, aquando da visita da família, se descobriu que o homem ainda respirava.

O iraniano foi levado para o hospital para tratamento, mas ao invés de receber um perdão, o juiz entregou-lhe uma nova sentença de execução a cobrar assim que estiver recuperado.

«O homem foi sentenciado à morte pelo Tribunal Revolucionário e a sua sentença será cumprida assim que os médicos confirmem que a sua saúde está suficientemente boa», disse o juiz Mohammad Erfan ao Iranian.com.

Cerca de 560 pessoas foram já executadas no Irão este ano, 200 das quais desde que o «moderado» presidente Hassan Rouhani foi eleito em Junho.