Um grupo de alunos da Academia Giles, no Reino Unido, elaborou uma pequena missão espacial utilizando um iPhone, um localizador GPS, um balão de hélio e um paraquedas.

Enviado para o espaço com um sistema de proteção contra o calor, o iPhone subiu cerca de 29 quilómetros até à estratosfera, conseguindo captar imagens da curvatura da Terra e da obscuridade do espaço.

A missão durou duas horas e meia. Depois de o balão de hélio ter rebentado o paraquedas permitiu a queda do aparelho que se verificou a cerca de 64 quilómetros do local do lançamento.

Andre Castley, professor de Ciência dos alunos, foi o autor deste projeto que levou dois anos a preparar.

O entusiasmo de alunos e professores com esta missão foi tal que, agora, já só pensam na próxima aventura: lançar o mesmo dispositivo para o espaço e gravar a viagem em «streaming» para que possa ser acompanhada em tempo real.