O primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, afirmou esta segunda-feira, em comunicado enviado à agência Lusa, que Eusébio foi o «grande herói do futebol português» e não vai morrer na memória dos timorenses.

«Foi com profunda tristeza que soube da notícia da morte de Eusébio, o grande herói do futebol português que inspirou várias gerações em todo o mundo», salienta o primeiro-ministro timorense.

Segundo Xanana Gusmão, o «Pantera Negra» foi também uma referência para os timorenses «não só pelo seu empenho e dedicação enquanto desportista», mas também pelas suas «excecionais qualidades humanas».