O vídeo agora revelado pelo «TMZ», mostra o jogador de futebol americano, Ray Rice, a agredir a noiva. As imagens captadas pela câmara de segurança de um elevador têm sete meses e mostram a estrela da NFL a dar um murro na noiva , ao ponto de deixá-la inconsciente.

Passado este tempo, a mulher vítima de violência doméstica tornou-se esposa e veio a público perdoar o marido, afirmar que não viu o vídeo e que se mantém ao seu lado, de acordo com os media americanos. Janay Rice reagiu às notícias na sua conta de Instagram, revelando o «pesadelo» que estava a viver com estas notícias, queixando-se que elas magoavam a sua família e pedia que os deixassem em paz de forma «a viver o seu amor» e permitissem ao marido continuar com o trabalho porque tem lutado uma vida inteira.

À conta disso, surgiram duas hashtags nas redes sociais: «WhyIStayed» (porque é que fiquei) e também «whyIleft» (por que abandonei a relação).

Mulheres que ficaram por amor, por vergonha da família, por se sentirem psicologicamente frágeis.











E outras que não aguentaram mais.





E há quem se abstenha de julgar.





Os Baltimore Ravens despediram o jogador e até trocam as camisolas deste. E nem Barack Obama conseguiu ficar indiferente e deixar de comentar o assunto. «Bater numa mulher não é algo que um verdadeiro homem faça».