A comissão de cardeais e bispos do Vaticano reuniu-se esta terça-feira para analisar e assinar o caso da candidatura para a santidade a João Paulo II, o último passo antes da aprovação final do Papa Francisco.

Uma das possíveis datas para a canonização do antigo Papa polaco é o dia 8 de dezembro, festa da Imaculada Conceição, dia de comemorações para a Igreja Católica, informa a agência de notícias italiana «ANSA».

Segundo a AP, que ouviu um funcionário do Vaticano que falou sob a condição de anonimato, João Paulo II poderá ser canonizado juntamente com o Papa João XXIII.

Trata-se de uma decisão que já foi tomada há algum tempo e a reunião ocorrida durante o dia de hoje foi essencialmente uma formalidade.

Podemos assistir, assim, no mesmo dia, à canonização de dois Papas, João Paulo II e João XXIII, que ainda convocou o Concílio Vaticano II, mas morreu antes da sua realização, revelou uma fonte da Associated Press.

João Paulo II morreu em 2005, há apenas oito anos. A eventual falta de consenso na canonização do Papa polaco reside precisamente no pequeno lapso de tempo que decorre desde a morte, já que ainda estão presentes alguns escândalos, como a pedofilia na Igreja e do Banco do Vaticano.

A João Paulo II é atribuída a cura de uma freira francesa, doente de Parkinson, cuja cura foi confirmada seis meses após a morte do Papa. Depois disso, em 2011, uma mulher da Costa Rica reclama que ficou curada por graça de João Paulo II, recorda a agência ANSA.

Até hoje já foram canonizados 78 Papas.