As urnas abriram esta quarta-feira na África do Sul para que os 25,3 milhões de eleitores do país escolham os seus representantes no parlamento bicameral, numa eleição em que o Congresso Nacional Africano (ANC), no poder, deverá vencer.

Com o ato eleitoral de hoje os sul-africanos realizam pela quinta vez eleições multirraciais.

Vencedor de todas as eleições desde 1994, quando se realizou o primeiro escrutínio multirracial, o ANC recolhe 63 por cento das intenções de voto, segundo a última sondagem divulgada pelo instituto Ipsos, que a Lusa cita.