As forças ucranianas destruíram «parte significativa» da coluna militar russa que entrou na Ucrânia durante a noite, disse, nesta sexta-feira, o presidente Petro Poroshenko ao primeiro-ministro britânico, David Cameron, de acordo com o site da presidência, citado pela Reuters.

Também de acordo com a agência noticiosa, um porta-voz do exército ucraniano disse aos jornalistas que a caravana de blindados foi localizada e atacada assim que entrou em território ucraniano.

«Parte da coluna já não existe», afirmou Andriy Lysenko.

Dezenas de viaturas blindadas russas foram vistas em movimento esta manhã no sul da Rússia, próximo da fronteira com a Ucrânia e do local onde estão estacionados os 280 camiões com ajuda humanitária destinada às populações vítimas de combates.