Regressaram à rua os violentos confrontos entre polícia e manifestantes em Istambul, próximo da emblemática Praça Taksim, na Turquia. Este sábado, a polícia levou para a rua canhões de água, disparou balas de borracha e gás lacrimogéneo.

Há registo de pelo menos dez feridos, entre os quais três jornalistas.

Os protestos começaram na avenida Istiklal, onde cerca de três centenas de adeptos do movimento Gezi, gritando palavras de ordem como «Todos juntos contra o fascismo», foram cercados por um forte dispositivo policial.

Várias pessoas, entre os quais comerciantes, terão sido detidos pela polícia por prestarem auxílio aos manifestantes opositores ao governo.