Edward Snowden, cidadão norte-americano que se regressar ao seu país será detido e julgado, faz parte da lista de oradores deste ano do famoso Festival South by Southwest (SXSW), em Austin, no Texas.

Snowden, que fugiu dos Estados Unidos e levou milhares de documentos secretos, alguns dos quais já divulgados, vai participar naquele festival através de teleconferência, na segunda-feira, a partir da Rússia, para falar de como a comunidade tecnológica se pode defender da vigilância em massa, noticia o «site» da televisão norte-americana CNN.

«A conversa será focada no impacto dos esforços de espionagem da NSA [Agência de Segurança Nacional] na comunidade tecnológica e nas formas como a tecnologia pode ajudar-nos na proteção contra a vigilância em massa», lê-se num comunicado do festival.

Os participantes no SXSW poderão colocar questões a Edward Snowden, sendo que o «The Texas Tribune», jornal «online» sem fins lucrativos, pretende transmitir a sessão em direto. A organização diz que precisou de três meses para assegurar a participação de Snowden. São dez dias de um festival que junta cinema, música, tecnologia e muitas palestras (começa na sexta-feira).

Assange e Greenwald no SXSW

Josh Baer, que é empresário na área da tecnologia e que participa no festival há mais de 15 anos, mostra-se entusiasmado, também segundo a CNN, para ouvir o que Snowden tem para dizer: «As notícias e o Governo têm cada um várias perspetivas diferentes. É sempre bom ter a informação diretamente da fonte.»

Julian Assange, fundador da WikiLeaks, e Glenn Greenwald, jornalista e advogado, também fazem parte do painel de oradores do South by Southwest - ambos ajudaram Snowden a divulgar os documentos secretos da NSA e também participam via teleconferência. Assange está na embaixada do Equador em Londres e Greenwald está no Rio de Janeiro.

Snowden, que trabalhou para a CIA e NSA, saiu dos EUA na posse de documentos do Governo relativos a programas de espionagem, sendo que já garantiu asilo temporário na Rússia. É acusado de espionagem, entre outros crimes.