Na China, 32 pessoas foram resgatadas com vida dos escombros do sismo registado no domingo no sul do país. Apesar destas boas notícias, o número de vítimas mortais subiu de 410 para quase seiscentas.

Milhares de soldados e voluntários estão numa corrida contra o tempo para encontrar sobreviventes, especialmente nas comunidades mais isoladas da província de Yunnan.

Os trabalhos das equipas de resgate estão a ser dificultados por deslizamentos de terras e chuvas fortes.

Além das vítimas mortais, o sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter, feriu duas mil e quatrocentas pessoas.