Três pessoas morreram no Reino Unido desde sexta-feira devido ao mau tempo, uma das quais na sequência da derrocada de um prédio em Londres.

O secretário britânico da Defesa afirmou neste domingo que o apoio às populações está já a ser feito por três mil elementos das Forças Armadas, acrescentando que outros cinco mil estão, neste momento, de prevenção e que poderão ser mobilizados mais cedo do que estava previsto, segundo a edição «online» do jornal «The Guardian».

Registaram-se já rajadas de vento superiores a 120 quilómetros por hora, que, juntando a chuvas fortes, estão a agravar a situação no litoral Sul e no centro. Nas zonas inundadas, como é o caso do vale do Tamisa, o nível das águas continua a subir.

Perante o pior Inverno de que há memória, as autoridades britânicas mantêm ativos diversos alertas e avisos: muitas estradas e ferrovias continuam cortadas, assim como inúmeras habitações estão sem eletricidade.