O tremor de bomba aconteceu no norte, na cidade de Aleppo, onde até esta quinta-feira existia um hotel usado por oficiais do exército de Bashar al-Assad.

Os estragos são imensos. Houve 13 mortos, pelo menos.

É a represália dos rebeldes que esta quarta-feira somaram uma derrota dura. Foram obrigados a renderem-se e a abandonar Homs. Mais de mil e duzentos combatentes abandonaram o chamado «berço da revolta».

Os autocarros enchem-se de combatentes, que vão retirar-se da terceira maior cidade do país, e com eles partirão outros 700 civis. É a debandada sunita, subjugada à força xiita.

O presidente sírio somou uma vitória importante na guerra civil.