Quatro pessoas foram detidas esta segunda-feira devido à queda de uma ponte em construção na província chinesa de Guangdong, adjacente a Macau e Hong Kong, que provocou a morte a 11 pessoas no fim de semana, revelou a agência Xinhua.

Os detidos são o diretor do comité da aldeia de Liangping, principal líder político da localidade onde aconteceu o acidente, dois responsáveis das obras na ponte e um outro alto quadro local, revelou um porta-voz municipal.

A estrutura ruiu ao início da tarde de sábado (hora local) quando cerca de 30 pessoas efetuavam trabalhos na ponte, cinco das quais morreram imediatamente e outras seis acabariam por não resistir aos ferimentos já no hospital.