A marinha italiana resgatou 3.866 imigrantes indocumentados que viajavam em vários barcos pelo Canal da Sicília a partir das costas norte-africanas durante o fim de semana.

A marinha explicou, em comunicado, que, entre sexta-feira e domingo foram localizadas e colocadas a salvo várias embarcações que tinham zarpado do norte de África.

Um total de 910 imigrantes viaja a bordo de uma embarcação da Capitania do Porto com destino por definir, enquanto a fragata Fasan da marinha italiana dirige-se a Salerno (região sul de Campania) com 1.040 indocumentados e outros 1.593 chegam na terça-feira a Reggio Calabria (sul).