O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, defendeu numa entrevista à BBC a lei sobre «propaganda gay» aprovada em junho, mas garantiu que não tem quaisquer preconceitos contra os homossexuais.

«Se quer saber a minha opinião, não me importo com a orientação sexual de uma pessoa», disse Putin ao jornalista da BBC Andrew Marr, afirmando que ele próprio conhece pessoalmente pessoas que são homossexuais.

O parlamento russo aprovou em junho, com um único voto contra, uma lei que proíbe a divulgação de informação sobre homossexualidade e pedofilia a menores de 18 anos. Os críticos dizem que a legislação pode ser interpretada de modo a impedir qualquer tipo de evento público sobre direitos dos homossexuais na Rússia.