Duas casas pertencentes ao antigo ditador do Panamá Manuel Noriega foram demolidas devido aos ninhos de mosquitos e vão ser transformadas num parque dedicado às vítimas da «ditadura militar», anunciaram as autoridades locais.

«Será um parque memorial ao que foi a desprezível ditadura do regime militar», liderado por Manuel António Noriega, disse o presidente do Panamá, Ricardo Martinelli.

As casas, localizadas num bairro chique de Altos del Golf, a uma dezena de quilómetros da capital, começaram a ser demolidas na quinta-feira porque tinham ninhos de mosquitos, explicaram as autoridades do Panamá.

Segundo o presidente, a construção do parque vai começar dentro de duas semanas.

As duas casas de luxo, construídas em 1989, foram várias vezes a leilão, mas nunca foram vendidas.

O antigo ditador, com 80 anos, está preso no Panamá desde 2011 por diversos crimes, incluindo o de homicídio, cometidos durante os anos em que deteve o poder, entre 1983 e 1989.

Anteriormente esteve detido, durante 22 anos, nos Estados Unidos e em França, condenado por lavagem de dinheiro e tráfico de droga.