O príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, tem um emprego novo. O monarca será piloto de um helicóptero ambulância a partir do próximo ano, segundo noticia a agência Reuters.

Aos 32 anos, esta não é a primeira vez que William serve como piloto, tendo participado em mais de 150 operações de resgate na Força Aérea Real inglesa.

O marido de Kate Middleton ficará a operar a partir dos aeroportos de Cambridge e Norwich, no leste da Inglaterra, em turnos diários e noturnos, segundo comunicado do seu gabinete, citado pela agência noticiosa. William terá contrato assinado com o empregador civil Bond Air Services, tornando-se no primeiro sucessor direto ao trono com emprego não público.

Quanto ao salário que vai auferir, o gabinete do membro da realeza indica que será doado para caridade.

O príncipe vai começar por ser copiloto e, ao fim de cinco meses de treino, 14 exames e um teste de voo poderá aspirar ao lugar de comandante de helicóptero.