A polícia de Osaka admitiu ter escondido mais de 81.000 crimes durante vários anos numa tentativa de limpar a reputação de crime daquela região japonesa.

A revelação ocorreu esta semana, quando autoridades disseram que tinham mantido à margem das estatísticas nacionais dados sobre criminalidade no período entre 2008 e 2012.

A ocultação de dados, correspondente a quase 10% de todos os crimes na área durante aquele período, fez com que Tóquio tivesse o pior índice de criminalidade a nível nacional.

A maioria dos crimes ocultados foram relativos a roubos, incluindo dezenas de milhares de roubos de veículos e bicicletas, mas centenas de crimes mais graves, como assaltos e até homicídio, podem ter sido omitidos das bases de dados nacionais, informou o jornal Asahi.