O Papa Francisco está na capa da «Rolling Stone» desta semana, com o título «The times they are a-changin», um álbum de Bod Dylan, escrevendo a revista que «os tempos estão a mudar no Vaticano».

O artigo sobre o Papa realça «uma notável pausa na tradição do Vaticano» e que, em menos de um ano, Francisco «fez muito para se distanciar dos antigos Papas e estabelecer-se como o Papa do povo».

Os luxos que o Papa dispensou são enumerados na peça, que sublinha ainda que Francisco é uma «alternativa mais amigável» de Bento XVI.

«A Rolling Stone apresenta o Papa como um homem ligado à tradição religiosa, por um lado, mas a lutar para levar a igreja para uma nova era», escreve a revista.