Os pais do menino com um tumor levado de um hospital britânico sem autorização dos médicos foram detidos em Espanha esta segunda-feira, depois de presentes a um tribunal.

O magistrado não aceitou os argumentos que levaram a mãe e o pai a retirar a criança do hospital e a fugir do país. Intercetados durante o fim de semana, foram esta manhã detidos.

O tribunal deu assim seguimento ao mandado de captura europeu acionado pelo Reino Unido.

Ashya King, de cinco tem um tumor no cérebro e precisa de cuidados médicos constantes. Antes de ser presente a tribunal, o pai lançou na Internet um vídeo em que se mostrava ofendido por lhe chamarem raptor e mostrava o menino com a máquina de suporte de vida. O pai afirmou que o menino estava mais feliz assim e até já sorria.

Brett e Naghmeh King foram reconhecidos pelos funcionários de um hotel em Malaga, Espanha, depois do caso ser difundido pelos media mundiais, e que chamaram as autoridades, como recorda a CNN.