O presidente russo telefonou a Barack Obama para falar sobre a Ucrânia.

De acordo com a Casa Branca, o telefonema durou uma hora. Vladimir Putin ligou a Obama para discutir uma solução diplomática para o país vizinho da Rússia, a Ucrânia, e após a anexação da Crimeia, que não é reconhecida pela comunidade internacional.

De acordo com o comunicado da Administração Obama que a Reuters cita, o presidente norte-americano sugeriu ao seu homólogo que «coloque as suas propostas por escrito».

O telefonema surge depois de uma entrevista que o presidente Obama deu à cadeia de televisão CBS em que explica que não quer «isolar a Rússia» da cena internacional.

A Casa Branca acrescenta que o presidente Obama sugeriu a Putin a entrada de observadores na Crimeia de maneira a garantir a segurança dos russos que vivem na Crimeia. Em troca, Putin faz recuar as suas tropas para as fronteiras russas.

Barack Obama frisou que os Estados Unidos apenas querem uma solução diplomática para a situação da Ucrânia e a defesa do seu povo.