O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler alemã, Angela Merkel, disseram esta sexta-feira que os dois países ainda estão a trabalhar num acordo sobre espionagem norte-americana na Alemanha.

De acordo com a agência Reuters, numa conferência de imprensa conjunta na Casa Branca, Barack Obama afirmou que os dois governos «ainda não estão perfeitamente alinhados» sobre o modo como a NSA deve operar em solo alemão.

«Ainda há questões que precisam de ser resolvidas», revelou o presidente norte-americano.

Angela Merkel concordou que ainda há arestas a limar: «Temos algumas dificuldades que precisam de ser superadas».

As revelações feitas por Edward Snowden, ex-agente da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla inglesa), são a principal causa do debate entre os dois países. Em 2013, a divulgação de documentos secretos causaram tumulto na Alemanha ao comprovarem que o telemóvel de Angela Merkel estava a ser alvo de escutas pela agência norte-americana.