O Conselho Municipal da cidade norte-americana de Nova Iorque aprovou, na quarta-feira, uma lei que aumenta a idade legal para comprar tabaco de 18 para 21 anos. A medida visa desincentivar o consumo de cigarros pelos jovens. O projeto foi aprovado por 35 votos contra 10, noticia a France Presse. A legislação também estabelece em 21 anos a idade mínima para a compra de cigarros eletrónicos.

A comissão de saúde do Conselho Municipal tinha aprovado a medida na terça-feira, por unanimidade. A presidente do organismo, em declarações ao «New York Times», disse que «a legislação vai salvar vidas». Para justificar a medida, Christine Quinn referiu que «vários fumadores adquirem este hábito mortal antes dos 21 anos». «Elevando a idade a partir da qual nossos jovens têm acesso ao cigarro, reduzimos a probabilidade de que um dia comecem a fumar», acrescentou.

Nova Iorque já tinha uma legislação particularmente dura em relação ao cigarro. Desde 2002, quando assumiu o cargo, o «mayor» Michael Bloomberg tem combatido o fumo com medidas efetivas: aumento de impostos sobre os cigarros e proibição de fumar em escritórios, restaurantes, bares, praças e praias.

A idade mínima para fumar nos EUA é de 18 anos, embora algumas localidades tenham estabelecido os 19 anos, inclusive em Nassau e Suffolk, em Long Island, no Estado de Nova Iorque.